quinta-feira, 12 de julho de 2012

"Me dá um abraço!"



Queridos leitores; 

Pode soar piegas a frase e até gramaticalmente errônea, mas é a pura verdade. Todo mundo, no fundo, precisa apenas de um abraço! 

Com toda a virtualidade que existe nos relacionamentos amorosos, amistosos e profissionais perdeu-se a necessidade do toque físico para o “conhecer”. Sem apertos de mão, só o de mouses e teclas, nos conhecemos, nos relacionamos, por anos a fio, enfim. Começamos e terminamos relacionamentos sem, ao menos, termos a chance de um abraço! 

Mas essa perda do contato corpo-a-corpo não suprimiu a necessidade humana de “sentir” todas as emoções que um abraço pode trazer. Quem nunca teve necessidade de um abraço? 

Só quem chega sabe a importância do abraço que acolhe. 

Só quem perde alguém querido sabe o valor do abraço que conforta. 

Só quem está aqui sabe a saudade do abraço de quem está longe. 

Só quem vive virtualmente sabe a falta que um abraço faz. 

Ainda não inventaram a tecnologia para transmitir todas as sensações desse gesto. 

Seja o abraço apertado e duradouro dos namoricos da juventude apaixonada, seja o tradicional dormir de conchinha dos casados, seja o andar de mãos dadas dos mais vividos e eternos namorados, seja a lembrança eternizada do carinho de quem não se pode mais abraçar. Essa expressão de sentimentos sempre esteve presente e pulsante!

Certamente quem vive sem distribuí-lo ou recebê-lo, vive incompleto. 

Não quero banalizar essa forma de carinho, mas desejo que possamos usá-lo mais.

Convido você para abrir os braços diante da vida e cruzá-los em torno de alguém. 
 Faça o exercício: ABRACE

Seja amigo, família, gente do trabalho, da rua, gente que você, as vezes, nem imagina que está esperando esse gesto seu: apenas um abraço! 

Distribua abraços. Certamente você receberá outros, aí então recolha-os.

Sempre, ao final dos textos, desejo um beijo, mas hoje desejo um grande, afetuoso e apertado abraço. 

E se eu não receber nenhum, eu peço: me dá um abraço! 

Até a próxima! 

Com carinho...

Edson Flávio