quinta-feira, 12 de julho de 2012

"Me dá um abraço!"



Queridos leitores; 

Pode soar piegas a frase e até gramaticalmente errônea, mas é a pura verdade. Todo mundo, no fundo, precisa apenas de um abraço! 

Com toda a virtualidade que existe nos relacionamentos amorosos, amistosos e profissionais perdeu-se a necessidade do toque físico para o “conhecer”. Sem apertos de mão, só o de mouses e teclas, nos conhecemos, nos relacionamos, por anos a fio, enfim. Começamos e terminamos relacionamentos sem, ao menos, termos a chance de um abraço! 

Mas essa perda do contato corpo-a-corpo não suprimiu a necessidade humana de “sentir” todas as emoções que um abraço pode trazer. Quem nunca teve necessidade de um abraço? 

Só quem chega sabe a importância do abraço que acolhe. 

Só quem perde alguém querido sabe o valor do abraço que conforta. 

Só quem está aqui sabe a saudade do abraço de quem está longe. 

Só quem vive virtualmente sabe a falta que um abraço faz. 

Ainda não inventaram a tecnologia para transmitir todas as sensações desse gesto. 

Seja o abraço apertado e duradouro dos namoricos da juventude apaixonada, seja o tradicional dormir de conchinha dos casados, seja o andar de mãos dadas dos mais vividos e eternos namorados, seja a lembrança eternizada do carinho de quem não se pode mais abraçar. Essa expressão de sentimentos sempre esteve presente e pulsante!

Certamente quem vive sem distribuí-lo ou recebê-lo, vive incompleto. 

Não quero banalizar essa forma de carinho, mas desejo que possamos usá-lo mais.

Convido você para abrir os braços diante da vida e cruzá-los em torno de alguém. 
 Faça o exercício: ABRACE

Seja amigo, família, gente do trabalho, da rua, gente que você, as vezes, nem imagina que está esperando esse gesto seu: apenas um abraço! 

Distribua abraços. Certamente você receberá outros, aí então recolha-os.

Sempre, ao final dos textos, desejo um beijo, mas hoje desejo um grande, afetuoso e apertado abraço. 

E se eu não receber nenhum, eu peço: me dá um abraço! 

Até a próxima! 

Com carinho...

Edson Flávio

22 comentários:

  1. Oi! Edson, que lindo! Receba meu abraço carinhoso!

    ResponderExcluir
  2. abraço recebido e agradecido! bjooo

    ResponderExcluir
  3. AMIGOOOOOOOOO....Mil abraços para vc meu querido, e realmente vc tem toda razão...as pessoas perderam este "acolher" com carinho, com afeto, mas nada que não possamos mudar. Vamos distribuir abraços!

    ResponderExcluir
  4. Reginaldo Pereira Costa12 de julho de 2012 23:06

    abração bem confortavél pra vc amor! bjs

    ResponderExcluir
  5. obrigado pelos mil abraços.... vou com vc distribuir abraços!!

    ResponderExcluir
  6. Paulo Cesar Ourives13 de julho de 2012 07:32

    aqueles que se julgam filhos de Deus , sempre devem abraçar o irmão , esta já era uma máxima de Cristo Jesus "amai-vos uns aos outros", portanto o abraços é a expressão maior do amor , após isso a atitude no amor do abraço, que é o trato, a presteza, o carinho, o bem querer...
    Quanto ao colega e amigo Edson...esta de parabéns pelo seu texto , faz nos refletir as nossas ações e reações quanto ao abraço seja ele fraterno ou por outros motivos, mas que sejam abraços sinceros e não de falsos amigos.
    fiquem com Deus e no seu amor .
    Paulo Cesar Ourives

    ResponderExcluir
  7. Owntiii ... que texto lindo

    ResponderExcluir
  8. Parabéns pelo escrito. Excelente! Além da ausência de um abraço dos amigos e colegas conhecidos a falta de um "Bom dia", "Boa tarde", "Obrigado", "Desculpe", para aqueles que são desconhecidos me incomoda! O que é mesmo comunidade e sociedade?!

    ResponderExcluir
  9. Eu realmente estou precisando urgente de um abraço ... ai ai ai ... seu texto é simplesmente incrível! Amei cada "caractere". Não vejo a hora de você lançar um livro. Um grande beijo e um apertado e sincero abraço. Você merece todos os abraços do mundo. :)

    ResponderExcluir
  10. A impressão que dá é que qto mais a sociedade diz-se evoluída menos percebemos essa evolução nos relacionamentos. Ganha-se em tecnologias, perde-se em gentileza! Obrigado amigo pelo comentário!

    ResponderExcluir
  11. meu querido que bom q vc gostou!!! saiba que toda vez q escrevo, dentre muitas pessoas que lembro, vc esta sempre presente! bjo grande.

    ResponderExcluir
  12. Olha amore. Teu texto resume muito alguns momentos da minha vida. Por mais que eu tenha uma atenção em excesso em determinadas vezes, o que me falta é sempre um abraço sincero. Falar sobre esse tema é muito perigoso, pois poucas pessoas sabem o poder que um abraço tem! E você como sempre, escreveu com excelência!!! Te amo.....e não vejo a hora de termos o "nosso abraço"!!!!

    ResponderExcluir
  13. muito obrigado pelo comentário querido! bjo grande amo-te!

    ResponderExcluir
  14. Amei seu blog, não conhecia..




    Aaaaaaaaaaaaaaaa como eu preciso de um ABRAÇO.. :)

    ResponderExcluir
  15. queridoooo, agora que conhece! seja muito bem vindo!!! e um abraço gigante pra vc!

    ResponderExcluir
  16. amei...só tenho uma coisa a dizer:me da um abraço?

    ResponderExcluir
  17. É realmente inegável que o avanço da tecnologia empobrece as relações. Gerenciar o seu uso é muito importante para não perdermos essa sensibilidade da qual você fala....E vamos abraçar mais. Totalmente de acordo. Grannnnnnnde abraço meu cumpá....;rsrs...Parabéns pelo texto.

    ResponderExcluir
  18. cumá.... muito obrigado pela leitura. bjo e um grande abraço. saudades

    ResponderExcluir