quarta-feira, 21 de abril de 2010

Minhas princesas...

Galera, bom dia!
há tempos não passo por aki, perdão!
Mas minha vida tem sido uma loucura, até de nome o blog mudou, mas calma! as postagens antigas continuam aki.
O post de hoje é um carinho para algumas pessoas especiais...
Espero que todos gostem.
Beijos

MINHAS PRINCESAS
Eu agora com os sentidos apurados em alto teor etílico de certo posso descrever, com o perdão dos erros e esquecimentos que a noite de hoje foi diferente

Havia quatro princesas dentro daquela carruagem. Sim havia. Nunca pude entender como pude ter o privilégio de conhecer tais princesas.
Mérito meu? Presente de Zeus?
Salvo engano, eu não mereço.
Mas estas princesas, é certo, me deixam louco com tanta beleza.

A primeira princesa e a que conheço a mais tempo vem do reino das mulheres fortes. Um lugar onde todas as mulheres governam com cetro de ouro e acima de tudo não são submissas aos caprichos masculinos. Os homens de seu reino lhe servem à boca, lambem seus pés, mais vassalos que a própria idade média indicou. São fortes, mas são frágeis. Dóceis, indecisas. Neste reino as mulheres, como sua princesa, desejam que um príncipe as possua e as domine, sem jamais perderem sua autonomia e determinação. Em seu reino o que vale é o amor, pois sonham em serem amadas. Precisam de amor urgente. Não que ninguém as ame, mas precisam ver e sentir esse amor.

A segunda é princesa deste primeiro reino, mas por mérito ganhou de seus pais outro reino, muito maior, mais imenso, cibernético. É uma rainha do futuro. Já teve decepções, mas possui troféus. O maior deles, em seu significado, tem o dom de fazer os outros felizes. É uma delícia de princesa. E torna seu reino o mais delicioso de todos.

A terceira rainha é do reino das administradoras ferrenhas, sérias, sisudas, mas nem por isso deixam de serem amáveis e queridas. Sua alma, sua palma. Sua métrica é certa. Seu calculo, preciso. Não há meio termo. A decisão esta sempre presente, como fato decisivo, nem abrem brechas para amigos mal intencionados. Em seu reino todos devem ter seu balanço zerado ao final do dia.

A quarta rainha, talvez a mais frágil. De saúde débil, porem, vem do reino que cura todos os males. Seu dom é o de cuidar. É ela que socorre a todos. Seu carinho e sua atenção fazem dela alguém única. És princesa por que cuida de outras princesas como cuida de seu povo, de seu reino.

E foram com essas quatro princesas que minha noite mágica e etílica se passou.
Antes lembro que houve duas outras princesas de reinos distantes que vieram oferecer atenção e amizade as demais princesas minhas. Eu agradeço em nome das minhas princesas que agora descansam o sono real.

Doces, dignas, dóceis, amigas.

Beijos para Carol, Aline, Carina e Bárbara, minhas princesas!

3 comentários:

  1. Lindo, magnífico... Explendido !!! Digno de PERFEIÇÃO... E é com esse dom, que te digo q estarei sempre do seu lado, CUIDANDO de vc!!!

    E em nomes de tdas as princesas, digo q a nossa Noite não poderia ter sido melhor !!! A sua PRESENÇA FAZ TDA DIFERENÇA !!!


    Beijosssssssss

    ResponderExcluir
  2. Delícia...
    O nosso Rei... em perfeição (como a Barbie falou), nas palavras, no carinho, nas atitudes e na companhia.
    Temos orgulho e falo com convicção por todas, de sermos as suas princesas.
    Amaaaaaaaamos mto!!!
    Bjoooos bjooooos bjoooooos
    =****

    ResponderExcluir
  3. Amor da minha vida!

    Rei dos reis dos reis... Sua amizade é uma pitada de pimenta em minha vida!!! Um brinde ao seu talento!!! Amuuuuuuuuuuuuuuu!!!

    =****

    ResponderExcluir