segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Dom de ser solteiro

Mais um dia dos solteiros chegou!!!
E este ano estou mais que bem acompanhado! Estou feliz , muito feliz!
Na vida é assim, sorte de uns, e de outros, nem tanto. Trocadilhos a parte, ser solteiro não tem nada a ver com sorte.
Com o tempo a gente aprende e tenta ensinar que é tudo uma questão de tempo, paciência e espera.
Há um ano atrás eu escrevi um texto sobre o “dom de ser solteiro” e ainda continuo concordando com muita coisa que eu disse na época.
Estar solteiro faz parte, para alguns, de um projeto de vida. Opta-se por estar solteiro e “viver” a liberdade de decisões, de gostos, enfim, de vida. O que não implica em “estar” sozinho ou viver solitariamente.
Viver solteiro não é sinônimo de viver isolado ou sozinho.
Figura-se aqui o solteiro que não está “namorando” ou “casado”. Aceita-se para o “hall” dos solteiros aqueles que não possuem compromisso com alguém. (sobre compromisso, já falamos bastante nos textos anteriores, dispensando maiores considerações).
Lembro-me aqui de algumas frases, muito comuns e até certo ponto aceitáveis, para justificar o “estado” de solteirice que alguns escolhem:
ANTES SÓ DO QUE MAL ACOMPANHADO ou SOLTEIRO SIM, SOZINHO NUNCA!
As duas frases expressam um desejo claro de viver a própria liberdade. De viver o “dom” de ser solteiro.
É certo que relacionamentos são cada vez mais complicados hoje em dia. E isto também afeta na escolha desse estado de vida, pois estar com alguém só para não estar no time dos solteiros não compensa. É enganar a si mesmo e principalmente, a outra pessoa. E isso não se faz!
Há, ainda, os que não concordam e acreditam que ser solteiro é azar, ou “problema”. Rss.. e por isso tentam de tudo, a todo custo, mudar essa situação.
Sendo dom ou não, importa que ser solteiro não seja correlato de infeliz.
Eu acredito que é um momento prazeroso de se descobrir.
Descobrir o valor de si mesmo, dos amigos, da família.
Pois só alguém que: é capaz de organizar a própria vida, de ser feliz consigo mesmo, de estar de bem com o mundo pode despertar o interesse de outra pessoa sobre si.
O estado de solteirice, sendo opção ou apenas uma fase, deve ser vivido com equilíbrio, serenidade e felicidade.
Então: aproveite a solteirice, aproveite sua vida!
Seja feliz e feliz dia do solteiro!
Beijos e até a próxima.

Com carinho de sempre

Edson Flávio

5 comentários:

  1. Tbem penso que estar "solteiro" significa momento de cuidar de si e se preparar para o novo que vai chegar..ou seja, alguém para dividir contigo os bons e maus momentos da vida..tdo tem sua hora, o universo sabe conspirar muito bem a nosso favor qdo esse momento certo se faz presente. Beijos Clau Paello

    ResponderExcluir
  2. Querido, adorei o texto expressa muito bem o que sentimos e relação a vida... estar solteiro não quer dizer não ter alguém, talvez seja estar feliz enquanto não se tem um companheiro(a). A importância de estar Feliz mesmo sendo solteiro é crucial para que não deleguemos a responsabilidade de nossa felicidade a quem nos quer bem.

    Lindo Texto novamente Parabéns!

    Super Abraço Fraterno.

    Sassá!

    ResponderExcluir
  3. Ele voltou, depois de quase 3 meses meu querido xará voltou a escrever no blog ! Parabéns !

    ResponderExcluir
  4. ser feliz sempre... solteiro ou casado! isso que vale! Parabéns!..

    ResponderExcluir
  5. Eu penso assim, a pessoa antes de se casar (ou seja, se amarrar), pois casamento é um rito de caráter universal, você não se casa apenas com uma pessoa, mas com toda a família, todos ancestrais, é mais complexo do que pode parecer.

    É algo muito sério, não pode ser tratado com leviandade.

    Conviver com outro ser humano, estranho, outra família, outros costumes é algo muito sério.

    A pessoa precisa antes de namorar, casar ter auto-conhecimento, ter tempo para si.

    Depois, antes de casar é bom conviver com animal da família da pessoa amada, um pássaro, um cão, um bicho qualquer (porque o bicho reflete os donos) para antes ver se a energia dá.

    Depois da pessoa demonstrar que pode conviver bem com animal, aí sim pensa em casamento.

    No caso das mulheres tem que estudar e trabalhar antes. Porque casar não é ser um fardo para o marido não, nos tempos de hoje é dividir despesas. Aquela que tem dons para ficar em casa e cuidar de filhos, mesmo essas, tinham que procurar arranjar um jeito de ganhar dinheiro para sua independência, como trabalhar em casa, existem vários sistemas de trabalho em casa.

    Os casais que não querem filhos, preferem alugar barriga ou adotar filhos, mesmíssima coisa. Não muda, continua sendo uma família mesmo. Alguém tem ficar em casa com os filhos, isso de babá e empregada não é legal. É melhor cada um cuidar da sua casa com as novidades tecnológicas.

    Existe máquinas de lavar, máquinas de cozinhar (micro-ondas), secadores de roupa, lavadoras, aspirador de pó, não se precisa de empregada em casa ou babás para cuidar de filhos. Nesse caso o melhor é trabalhar em casa.

    Agora, no caso de pessoas que não querem ter filhos, os dois deveriam trabalhar fora, sim. Estudar.

    A sociedade cobra muito de pessoas que não querem casar, nem namorar ou ter filhos.

    Ou seja, as pessoas são precipatadas, casam e tem filhos antes do tempo, perdem toda a vida nessa vida medíocre e depois ficam perseguindo as pessoas que foram previdentes e que não quiseram essa vida.

    Continuo defendendo meu direito de ser solteira.

    Se eu estou encalhada, segundo as pessoas, azar. Se me chamarem de lésbica, azar. Até dá status chamarem a gente de lésbica, porque a maioria das lésbicas são grandes intelectuais, mesma coisas os gays.

    Chamou de gay? Legal, deixa pensar.
    Chamou de lésbica? Deixa pensar.

    Dá até status eles são símbolos de artistas e intelectuais e bla bla bla.

    Eu hein? Eles é que estão certos.

    Casar não! Para que?

    ResponderExcluir