domingo, 4 de julho de 2010

Aprender a amar...

É tão difícil dizer sobre isso. Mas vamos lá!
Tudo começa sempre num olhar? Não necessariamente.
Não do olhar nos olhos, isso talvez venha a acontecer bem depois.
Mas é pelos olhos que entra a paixão. Ou digamos o amor.
Vou tratar aqui do amor não como patogenia, mas como sentimento que abrange todos os nuances do querer bem. Do querer estar com, do querer alguém pra sempre do lado. Do desejo incrível e impensável de sentir-se amado e amar. Eu te amo e pronto! Legal assim.
Superada a fase do olhar! Entramos no nível daquilo que chamamos fase do conhecimento.
Sim porque aprender a amar, supõe conhecer o amor.
O amor, aqui, diga-se: a pessoa que amamos.
Seguindo o raciocínio: vamos observar, olhar com mais detalhes.
(O olhar é sempre importante...)
Nessa fase aprimoram-se os sentidos.
Todos os detalhes tornam-se grandes.
O que antes era minúsculo agora se agiganta.
Tornamo-nos exigentes. Criteriosos.
Passamos em revista tudo que nos apetece.
Como carrascos deixamos que nosso senso de exigência e perfeição ultrapassasse aquele olhar apaixonado e aquela música doce que embalava nosso dia.
Alguns amores, infelizmente, não passam dessa fase.
Muitos relacionamentos param por aqui.
O crivo do crítico foi muito grande. Implacável, intransponível.
Amigos? Sim. Amigos. Cada um segue seu rumo. (uma amizadezinha, sem comentários...)
E agora? Deixa prá lá. Já foi!
A todos que acreditam terem superado essa fase ou que ainda não passaram por ela, um aviso: essa fase não tem fim.
Perceber, conhecer, entender a outra pessoa é tarefa perene e diária.
Não tem fase, não tem momento.
Casais que estão juntos há 10, 20, 30 anos, ou 1, 2, 3 meses ou anos, todos podem dizer com a máxima certeza que cada dia conhecem mais seus cônjuges.
Experimentam essa alegria da descoberta diária do conhecer-se, através do amor.
Pois o amor nos torna dóceis ao conhecimento. Ele nos instiga o desejo de conhecer mais, para amar mais.
É o amor um sentimento que nutre-se dessa novidade do conhecer-se.
Uma nota: O amor é simples, mas necessita de aprendizado.
Um aprendizado ad aeternum.
É algo que começa no olhar e não termina nunca.
Quanto mais se conhece, mais se ama.

Por fim, conheça muito.
Mas, ame mais! Ame demais!
bjs e até a próxima

Edson Flávio

10 comentários:

  1. Flávio, que lindo texto, quero despertar um verdadeiro amor que seja infinito dentro de mim, quero sentir o verdadeiro amor. Parabéns amigo abraços

    ResponderExcluir
  2. simplesmente maravilhoso!!! Vc é o máximo querido!
    Adoooooooro vc!

    ResponderExcluir
  3. Edson Flávio, adorei o texto. Simplesmente maravilhoso!!! bjinhus ...

    ResponderExcluir
  4. Amigo gostei muito do seu texto.
    Muito bom mesmo.
    E realmente, o amor requer um aprender diário sobre o outro, um conhecimento a mais a cada instante, e às vezes, chegamos a um ponto em que essa descoberta da pessoa amada torna-a já não tão amada assim, e o que era amor vira uma grande decepção.
    Mas seu texto tem outro propósito né!?
    E sim... que realmente posssamos amar, amar sempre, a cada dia mais e mais intensamente. E se um amor não deu certo, com certeza virá outro ou outros, mas o importante é sempre AMAR!!!
    Pois o que seria da vida sem o AMOR???
    Bjs querido.

    ResponderExcluir
  5. Que maravilha começar a semana com esse texto, na segunda-feira é o dia onde as pessoas começam a planejar a semana e, quem sabe dentre elas, o Amor.

    ResponderExcluir
  6. Sim. O Amor é LINDO! E tem que ser do jeitinho que tá lá em Corintios 13.

    ResponderExcluir
  7. Amei o texto !!! Vc realmente tá arrasando !!! Ai como eu queria amar e ser amado, mas hoje é tão difícil, né ??? Beijos, meu querido ... te admiro cada vez mais ... ♥

    ResponderExcluir
  8. A abordagem madura que vc faz sobre o tema me deixa pensando...pensando... Parece que vc tem 50 anos de experiência, mesmo tão jovem!!!!!!!!! Deve ser o dom poético que exala por todos os poros...Benza Deus, que lindo!
    O que vc escreve é sempre um alento! Gostaria de escrever tdo do seu jeito...é pura admiração!
    beijos

    ResponderExcluir
  9. É muito bom ler algo q sabemos que realmente saiu de dentro do coração de alguem tão especial.
    Isso tudo nos faz refletir sobre nós mesmo e chegar a um conceito estramente fora do q vivemos.
    Abraços

    ResponderExcluir
  10. Concordo com voce! Cada dia eh um aprendizado, e ha uma coisa muito importante: deixar nosso egoismo de lado. Aquele tal "eu", "eu", e passar a pensar no "voce", "voce"... Com os anos a gente aprende...e aprende muito! Eh um trocar de olhares mudos. De gestos significativos. Um aprender constante, um melhorar o espirito, um aperfeicoar.
    Muito bonito o que voce escreveu.
    Beijos
    Mary

    ResponderExcluir