sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Comer, Rezar, Esquecer

Diferente da ficção que posa nas telas dos cinemas pelo mundo todo. Nossa vida não é tão linda quanto parece. Ou melhor, é linda sim. Só não é tão romântica e simples.

Um dia eu disse que o amor acaba. Acaba aos poucos e quase sempre de uma maneira inesperada e triste. Penso: infeliz de quem perde o meu amor. Afinal , eu também disse, certa vez, que eu sou minha felicidade e por conseguinte sei do tamanho e do valor do amor que devoto as pessoas. Nesse caso a uma pessoa específica.

No filme com a maravilhosa Julia Roberts: Comer, Rezar, Amar - (eat, pray, love) a vida se mostra possível de equilíbrio numa busca incansável pela felicidade e realização pessoal. Na vida real isso também é possível, mas tem seu preço e o seu reverso.

Há um contínuo esforço para manter esse equilíbrio vital necessário para os nossos dias.

Os três verbos no infinitivo denotam a necessidade de manter a constância das ações que eles implicam. O último verbo no trocadilho do titulo do texto é justamente o avesso do tecido.

Comer, rezar, esquecer.

Sempre temos que partir do princípio de que aquilo que não nos traz paz não é bom!

Há equilíbrio quando todas as forças estão em sintonia. Quando Amar já não faz mais conta e passa a ser algo difícil de se lidar, melhor partir para o verbo Esquecer. Mas segue-se comendo e rezando.

Comer porque um dos maiores prazeres da vida está nisso e por analogia, alimentar o corpo de forma correta é garantir ao espírito uma morada saudável.

Rezar porque essa harmonia interna só vai acontecer quando tudo estiver bem resolvido dentro da gente. Afinal: o que queremos? Porque queremos? Vale à pena? É isso mesmo? Rezar requer decisão e tomada de consciência de tudo que eu preciso e do que tenho que fazer.

Amar ou Esquecer? Amar é bom, é maravilhoso. Mas amar sozinho ou não ser amado, ou ainda não ter atenção ou resposta ao seu amor é terrível. Nessa hora é melhor desamar do que malamar. Esquecer é tão difícil quanto amar, mas é sempre melhor do que ficar sofrendo por alguém que não merece ou que parece não se importar com nossos sentimentos.

Para controlar tudo, na nossa vida Comer e Rezar ficariam no automático. E quem dera tivéssemos dois botões apenas no coração. Um: amar. Outro: esquecer.

Na atual conjuntura da minha vida, hoje eu estaria apertando um deles. E você?

Pense bem.

Beijos e até a próxima.

Edson Flávio

10 comentários:

  1. Amei seu texto, sempre escrevendo de maneira brilhante.
    Eu desejaria que meu coração tivesse um terceiro botão "formatar", é disso que ando precisando, afinal meu coração anda tendo muito conflitos de hadwares.
    Como sempre, adooooooorei o texto.
    Bjão amigo.

    ResponderExcluir
  2. Edinho, adooooorei seu texto!
    Estou louca a procura do botão "Esquecer", "deletar", "formatar" ou qualquer outra coisa do gênero... rsrs
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Fantástico ! Vc disse tudo ! E na minha atual conjuntura, aperto o Esquecer todo dia, mas Esquecer dos problemas, das dívidas, das pessoas falsas ... mas Esquecer de amar, NUNCA ! Um dia serei amado como eu mereço. Um grande beijo, meu amigo. Vc sempre se superando a cada texto ! Amo vc e te admiro demais ! ♥

    ResponderExcluir
  4. Ahhh... lindo o texto!!
    Bom, neste momento eu tbm apertaria um botão, o de esquecer, e em seguida, o de amar...rsrs...
    bjs ...
    Adoooooro seus textos ....
    cuide-se!!!

    ResponderExcluir
  5. Lindo lindo lindo.. Para mim, o sentido de amar e também o de esquecer é bem parecido, ambos significam afetar, no sentido mais literal da palavra... Sempre escolherei o botão amar, pois algumas cicatrizes não merecem e não precisam ser esquecidas. Beijos !! você é maraaaaa

    ResponderExcluir
  6. Eliana - Letras/Juina5 de outubro de 2010 07:24

    Um dia apertei o botão "AMAR" e nunca mais penso em desligá-lo, pois o amar faz com que superamos aqueles espinhos que encontramos pelo caminho. Assim, amar sempre!

    ResponderExcluir
  7. Linda a mensagem! mais atualmente estou querendo amar e ser amado o que acha?

    ResponderExcluir
  8. Ai amor, acho que to com esse wallace..
    para de amar é perde o tesão pela vida!
    Bjo Carina

    ResponderExcluir
  9. APLAUSOS!!!! SIMPLESMENTE DEMAIS! COM TRÊS VERBO VC DEFINIU A VIDA DE TODO SER HUMANO, AFINAL O QUE SERIAMOS DE NÓS SEM ESTES TRÊS VERBOS!!! INFELIZMENTE NÃO TEMOS UM BOTÃO, MAS TEMOS SABEDORIA PRA SABER A HORA CERTA DE PARAR E NOS AMAR MAIS, PARA SÓ DEPOIS AMAR AO OUTRO!!!

    ResponderExcluir
  10. Amigo que lindo, acho que estou na fase de conhecimento, buscando coisas novas, novos amigos. Comendo, rezando,e porque não esquecendo? PARABÉNS querido amigo, seus textos com sempre nos traz à reflexão.. bj grande

    ResponderExcluir