sábado, 27 de fevereiro de 2010

Ah...o amor!!!

Oi galera!!!
Mais uma vez o amor toma as telas do nosso blog... hj penso nas juras de amor.
Já parou pra pensar em quantas coisas juramos no calor de um abraço, de um beijo, em uma cama? Depois de um momento de "amor" muitos de nós nos desfazemos em juras de amor. Fidelidade, carinho, etc.
Outros mais céticos nem acreditam que haja um telefonema no dia seguinte... mas é preciso tanta frieza assim?
Eu sou, por extremo, carinhoso e juro mesmo. Juro amor, juro fidelidade, juro encantamento, juro tanta coisa que talvez não venha a conseguir realizar ou, até realize.
Sempre me esforcei para manter minhas juras. Mas, e se o outro lado não jurar na mesma intensidade, não jurar as mesmas coisas, ou simplesmente não jurar nada?
Bem, no meu caso, revogam-se todas as juras anteriores!! rss.. fazer oq né?
Qdo um não quer dois não ficam juntos!
Jurar tb é um exercício de memória mas não de tortura... pra alguém ficar dizendo o tempo todo...vc jurou! vc prometeu! ...ah... faça-me o favor!!! Isso não vale!
As juras de amor devem ser entendidas como expressão de um momento... algo q foi tão intenso que leva a gente a querer ter RETA INTENÇÃO de fazer algo, de mudar hábitos, enfim de querer que aquilo volte a se repetir ou que não se repita mais!
Um conselho eu dou: jure, jure sempre! Cumpra sempre que conseguir! Caso não consiga, jura novamente! Jurar não custa nada e também não paga aluguel.
Agora leia essa jura de amor que eu encontrei na net... é anônima...mas é linda!!! Bjs e até a próxima... fiquem comigo toda as terças, quartas, quintas e sextas com o Soda House... na Radio Power Strike

De todos os amores por mim vividos até hoje, o seu foi o mais intenso.
De todas as almas, a sua foi a mais gêmea.
De toda a vontade de ficar junto, a vontade que me domina é a sua.
De toda ânsia de cometer loucuras, a sua foi a que mais me atentou.
De todas as esperanças em amores depositadas, o seu foi o que teve mais crédito
De toda a saudade, a sua foi a mais forte.
De todos os beijos, o seu foi o mais gostoso.
De todo calor, o seu foi o mais ardente.
De todos os corpos, o seu mais me instigou.
Por isso de todos os amores eternos por mim prometidos...
o seu será o único cumprido a risca.

Um comentário:

  1. Flavio que lindo, tudo isso me leva a reflexão... se as juras de amor fossem cumpridas, não existiria tanta gente infeliz, sozinha, e amargurada. Grande abraço

    ResponderExcluir